Prof. Rajão apresenta pesquisa na Universidade Humboldt em Berlin

A Universidade Humboldt de Berlin convidou o Prof. Raoni Rajão, coordenador do LAGESA/UFMG, para participar de uma banca de doutorado e apresentar sua pesquisa. A Universidade Humboldt é uma das mais tradicionais do continente europeu, tendo entre seus alunos e professores Albert Eistein, Karl Marx, além do próprio Alexander von Humboldt fundador da geografia e do modelo da universidade moderna que combina ensino e pesquisa.

No dia 19 de dezembro, Letícia Lima defendeu com sucesso uma tese de doutorado sobre pagamento de serviços ecossistêmicos sob a orientação do Prof. Tobias Krueger. Letícia realizou o mestrado e atuou com professora substituta na UFMG, e atualmente realiza estágio pós-doutoral nos EUA.

No dia seguinte o Prof. Rajão apresentou um artigo com o título “Fighting for the future: competing land-use models in the history of protected areas in the Amazon”. Ambas atividades foram realizadas no âmbito do IRI THESys (Integrative Research Institute on Transformations of Human-Environment Systems), um centro de pesquisa interdisciplinar voltado para o estudo das relações entre a sociedade e o meio ambiente.

 

MCTIC apresenta relatório final do projeto “Opções de Mitigação” que contou com participação do LAGESA

Foram lançados ontem, dia 24 de janeiro de 2018 em Brasília, os relatórios finais do projeto Opções de Mitigações de Gases de Efeito Estufa em Setores-Chave no Brasil. O Projeto “Opções de Mitigação de Emissões de Gases de Efeito Estufa em Setores-Chave do Brasil” é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), que conta com recursos do Global Environment Facility (GEF) e parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), com a finalidade de auxiliar a tomada de decisão sobre ações que potencialmente reduzam emissões de gases de efeito estufa (GEE) nos diferentes setores da economia brasileira.

Ler mais

Artigo com participação de Prof. Raoni Rajão aponta avanços e retrocessos do novo Código Florestal e ganha grande repercussão

O artigo “Cracking Brazil’s Forest Code” acaba de ser publicado na revista Science e apresenta entre seus autores os professores da UFMG Britaldo Soares-Filho, do Instituto de Geociências, e Raoni Rajão, da Escola de Engenharia e coordenador do LAGESA. O estudo aponta as principais mudanças e impactos gerados pelo novo Código Florestal aprovado em maio de 2012.

Ler mais